Morfologia na Gramática Normatica


Na gramática tradicional, Morfologia é parte da gramática que estuda as classes de palavras, seus paradigmas de flexões com suas exceções.

Prof. Vicente Martins (Sobral, CE, Brasil)

Prof. Vicente Martins (Sobral, CE, Brasil)
Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA

sábado, 26 de dezembro de 2009

O QUE A WIKIPÉDIA DIZ MORFOLOGIA NA LINGUÍSTICA

Em linguística, no nível de análise morfológica encontramos duas unidades formais: a palavra e o morfema. Uma das questões centrais no estudo da morfologia é decidir se a abordagem será pela perspectiva do morfema ou se a partir da palavra, da formação e da classificação das palavras. A peculiaridade da morfologia é estudar as palavras olhando para elas isoladamente e não dentro da sua participação na frase ou período. Gramática Tradicional fez opção clara pela abordagem a partir da perspectiva da palavra, tanto que a morfologia tradicional é centrada no estudo das classes de palavras. Alguns lingüistas sugerem que a abordagem a partir dos morfemas é mais sensata, dadas as dificuldades encontradas para delimitar o conceito de palavra. Da nossa parte, não vamos radicalizar em favor de nenhuma perspectiva. Tentaremos abordar com equilíbrio tanto os morfemas como as palavras.
Existem:
Radical;
Afixos (Sufixo e Prefixo);
Desinências (verbal e nominal);
Vogal Temática;
Vogal de Ligaçao; e
Consoante de Ligação.
[
editar] Tipos de Derivação
Derivação prefixal
Prefixo + Palavra Primitiva (Radical)
Exemplos:
a + pôr = apor
semi + círculo = semicírculo
contra + pôr = contrapor
ex + pôr = expor
im + pôr = impor
per + correr = percorrer
Derivação sufixal
Palavra Primitiva (
Radical) + Sufixo
Exemplos:
casa + arão = casarão
chuva + oso = chuvoso
calma + mente = calmamente
casa + inha = casinha
casa + eiro = caseiro
humano + izar = humanizar
pinto + ada = pintada
Derivação parassintética
Prefixo + Palavra Primitiva (Radical) + Sufixo
Exemplos:
a + funil + ar = afunilar
en + gaiola + ar = engaiolar
a + manh(ã) + ecer = amanhecer
Derivação regressiva
A palavra primitiva (
Radical) reduz-se ao formar a palavra derivada.
Exemplos:
chorar = choro
abalar = abalo
errar = erro
cortar = corte
debater = debate
recuar = recuo
sarampão = sarampo
chutar = chute
Derivação imprópria
Mudança gramatical nas palavras sem alteração da forma.
Exemplos:
Porto (instalação para embarque e desembarque marítimo) - Porto (vinho)
Pereira (árvore) - Pereira (apelido)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário